Retrospectiva Projeto Vizinhança 2018

Vizinhos queridos, 2018 foi um ano diferente para o Projeto Vizinhança. Apesar de não termos realizado nenhuma ação em espaços públicos ou privados da cidade, estivemos muito conectadas com este lugar que tanto nos inspira e com todos vocês através das reflexões que produzimos. Em forma de artigo, poster ou participações em congressos e seminários compartilhamos com alegria estes processos que juntos construímos e aprendemos muito com tudo que vivenciamos. Esperamos seguir juntinhos com vocês neste novo ano nutrindo este sentimento de amor e cuidado pelo lugar que habitamos!

Lembramos que a realização de uma ação do Projeto Vizinhança depende de um chamado, uma motivação, um desejo de aproximação e transformação. Então sugere um lugar para uma ação em 2019 através deste link aqui:   https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSdiIS2q5VBOeJKRAaZ3sNEl5fE5apmcBFDGzpklWsTXHnLdSQ/viewform

E para quem quiser dar uma espiada nos eventos que participamos e ver o material produzido aqui vai!

Participação na Jornada de Bairros e Práticas Artísticas, em Barcelona, Espanha
https://projetovizinhanca.wordpress.com/2018/06/30/jornadas-de-bairros-e-praticas-artisticas-bcn/

Exposição de Poster no evento Comunes, em Buenos Aires, Argentina
https://projetovizinhanca.wordpress.com/2018/08/15/comunes/

Estivemos em agosto na Feevale, a convite da nossa querida amiga Antonia Wallig! Apresentamos o Projeto Vizinhança para as alunas da disciplina Redação de Projetos do curso de especialização em Empreendedorismo Criativo em Eventos. Além de apresentarmos nosso trabalho, participamos de uma deliciosa atividade com aquarela junto com a turma!

Participação na exposição Rehogar X em Barcelona, Espanha
https://projetovizinhanca.wordpress.com/2018/10/01/rehogar-x/

Em novembro fomos até Fortaleza apresentar o projeto no 3º Encontro de Urbanismo Colaborativo. Escrevemos um breve relato sobre a experiência nesse post:
https://projetovizinhanca.wordpress.com/2018/11/19/3o-encontro-de-urbanismo-colaborativo-fortaleza-ce/

Nos vemos em 2019 😉

47006965_1941177299322812_813049227667046400_n

3º Encontro de Urbanismo Colaborativo – Fortaleza/CE

Anúncios

3º Encontro de Urbanismo Colaborativo – Fortaleza/CE

Nos dias 11, 12, 13 e 14 de novembro estivemos em Fortaleza-Ceará compartilhando com estudantes e profissionais da área do urbanismo e da gestão pública experiências voltadas para a construção de cidades mais democráticas e inclusivas. Dentre as atividades tivemos palestras, debates, oficinas que oportunizaram conhecer e vivenciar um série de projetos e processos que vêm sendo desenvolvidos no contexto brasileiro e que são absolutamente inspiradores. E é neste sentido que trazemos aqui um breve relato da semana linda que passamos por lá.

A primeira proposta de atividade do encontro foi uma sessão de discussão pública “A minha experiência na cidade” e aconteceu no Anfiteatro da Praia de Iracema. Neste momento os coletivos participantes se apresentaram e falaram brevemente sobre seus projetos. Muito bom ver tantos jovens trabalhando em prol de cidades mais inclusivas, democráticas e sustentáveis.

20181111_173128

Anfiteatro da Praia de Iracema.

A palestra de abertura, aconteceu no Teatro Celina Queiroz – UNIFOR, ficou por conta do arquiteto e urbanista Prof. Dr. Caio Vassão (http://caiovassao.com.br/) que apresentou sua perspectiva sobre metadesign e colaboração no contexto urbano. Para Vassão, a colaboração significa manter as grandes decisões dentro de um campo cognitivo que é acessível à nós e à comunidade, é trazer para a micro-escala o processo decisório. Vassão também falou sobre dois tipos de urbanismo, o Urbanismo de Edificação e o Urbanismo de Ocupação, sendo esse a construção de jogos sociais produtivos que promovem interação social e geram significados compartilhados.

Também houveram dois painéis durante o evento. O primeiro teve como tema “A cidade como produto e condição dos processos sociais” e contou com a participação de Lia Parente do Instituto de Planejamento de Fortaleza; Ednéia Alcântara do Instituto Federal de Pernambuco; Adriana Gerônimo, líder comunitária da comunidade de Lagamar; e Valéria Pinheiro do Laboratório de Estudos da Habitação da Universidade Federal do Ceará. Tivemos um panorama dos processos sociais de Fortaleza e do movimento Ocupe Estelita em Recife, Pernambuco. Interessante ver como há semelhanças com o contexto portoalegrense, o que abre muitos canais de diálogo para aprendermos uns com os outros.

46452259_528070920937618_1329756457918267392_n

Primeiro painel do Teatro Celina Queiroz – UNIFOR.

No segundo painel, chamado “A colaboração como estratégia de enfrentamento de desafios urbanos” foram apresentadas as seguintes iniciativas: Vetor Brasil, Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária em Fortaleza, projeto na Cracolândia em São Paulo e o Jogo Oasis do Instituto Elos.

Dj4VOQhX0AA7EeN

Iniciativa Bloomberg para Segurança Viária no Centro Cultural Dragão do Mar, em Fortaleza.

Tivemos a oportunidade de participar da Oficina de Metodologias Colaborativas ministrada por Natasha Gabriel do Instituto Elos. Ela apresentou a metodologia do Jogo Oasis: “uma ferramenta de apoio à mobilização cidadã para a realização de sonhos coletivos. Composto por jogadores e comunidade, o jogo considera uma definição ampla de comunidade que envolve diversos atores, como moradores, ONGs, governo local, lideranças e empresas. Concebido para ser de uso livre e praticado de forma totalmente cooperativa, para que todos, juntos, realizem algo em comum, o Oasis propõe regras que permitem a vitória de todos, sem exceção.”
A metodologia é muito inspiradora e ficamos cheias de vontade de experimentar! Soubemos que em Porto Alegre ela está sendo aplicada no bairro Bom Jesus até o dia 27 de novembro de 2018.
http://institutoelos.org/jogo-oasis/

46458667_2295248024039255_5374426292701626368_n

Oficina do Jogo Oasis – Instituto Elos.

45422956_2304736919557342_6170071964992929792_o

Durante o encontro também aconteceu a Mostra de Urbanismo Colaborativo com a exposição de 26 projetos de 14 cidades brasileiras e 10 estados + DF. Além do Projeto Vizinhança aqui do Rio Grande do Sul, também estiveram por lá o coletivo Interventura de São Leopoldo e o vivaCIDADE – Núcleo de Estudos Criativos da Cidade do Curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal de Santa Maria. O Interventura expôs uma intervenção urbana efêmera e o vivaCIDADE um evento de ocupação temporária, de vivência coletiva e de revitalização das relações na Praça Santo Antônio, em Cachoeira do Sul.

46266778_900994576955973_1262913151746179072_n

Poster do Coletivo Interventura.

Quanto aos projetos, diversos deles tratavam de transformações de espaços (praças, parques, estacionamentos, escadarias, etc), assim como de assessorias técnicas (especialmente para as ZEIS – Zonas Especiais de Interesse Social). Outros eram projetos de intervenções urbanas como o parklet do coletivo Interventura, de construção de mobiliário urbano e de hortas comunitárias. Também haviam alguns a respeito da cocriação de planos populares participativos. Em outra direção, vimos projetos de jogos colaborativos para construção de cenários desejáveis e para estimular a conexão das crianças com a cidade. Todas as iniciativas estão no site do Instituto COURB para quem quiser saber mais sobre elas:
http://www.courb.org/pt/projetos-selecionados-para-a-3a-mostra-de-urbanismo-colaborativo/

O projeto vencedor da Mostra foi o ImaginaC (https://imaginac.vc/), de São Paulo, uma “plataforma lúdica educativa para conectar a cidade com as crianças, colocando-as como protagonistas das soluções urbanas criativas para as cidades.”

Nossa participação no evento encerrou com uma bela vivência pelo centro de Fortaleza. Fizemos um passeio com o pessoal do Free Walk Fortaleza visitando a Praça dos Mártires, a Praça dos Leões, o Theatro José de Alencar, a antiga estação de trem, entre outros pontos históricos do centro.

Captura de Tela 2018-11-18 às 11.36.42

Centro de Fortaleza.

46434252_254751068530879_2593907363404578816_n

Nossos guias do passeio.

46453226_929616007248815_6383027859551682560_n

Teatro inaugurado em 1910 e construído com peças de ferro fundido importadas de Galsgow, na Escócia.

Aproveitamos este relato para agradecer a acolhida e todo trabalho do pessoal do Instituto COURB e do Coletivo A-braço, organizadores do encontro, mandar um grande abraço para todos os participantes e expressar nosso desejo de seguir juntos, tecendo estas redes maravilhosas de trabalho e amizade.

Rehogar X

E pela terceira vez*, estamos na Espanha! O Projeto Vizinhança foi uma das 40 iniciativas selecionadas para a exposição Rehogar X, no Espai Zero de Fabra i Coats em Barcelona. A exposição apresenta propostas de todo o mundo que se afastam da cultura mercantilista de usar e jogar fora, e nos aproximam de uma consciência coletiva e global baseada na cultura de usar, cuidar e transformar.

No site do evento, vocês podem ter acesso a um tutorial sobre o Projeto Vizinhança que enviamos para a exposição: http://www.rehogar.net/projeto-vizinhanca/

*a primeira vez foi no evento Intramurs, em Valência e a segunda nas Jornadas Bairros e Práticas Artísticas, em Barcelona.

42324403_1947706498608841_6133792754200739840_n

REHOGAR é uma exposição coletiva e uma reunião anual sobre design aberto e reutilização como ferramentas para a transformação social.

Organizada pelo grupo Makea Tu Vida, a décima edição da REHOGAR continua seu compromisso de promover e construir um ecossistema de transformação e colaboração que estimule a mudança social em nosso modo de viver.

A mostra apresenta um conjunto de práticas e ferramentas que permitem influenciar a transformação social da vida cotidiana. Uma seleção de experiências interdisciplinares que quer servir de mapa para explorar áreas, métodos, recursos e comunidades que trazem com eles provas, razões, atitudes, políticas, práticas, implicações e sentimentos que dão suporte ao desenvolvimento de projetos de natureza colaborativa, código aberto, responsabilidade social e ambiental e otimização de recursos compartilhados. Propostas reais que se afastam da cultura mercantilista de usá-las e descartá-las, e nos aproximam de uma consciência coletiva baseada no uso, transformação e cuidado.

Paralelamente à exposição, uma série de atividades são realizadas para divulgar e explorar seu referencial teórico, conhecer em primeira mão e colocar em prática algumas das soluções e propostas expostas, além de gerar espaços de remixagem e diversão. Isso favorece a geração e fortalecimento de redes de colaboração.

Esta décima edição da REHOGAR acontecerá de 21 de setembro a 28 de outubro de 2018 no Espai Zero da Fabra i Coats em Barcelona. A exposição será expandida ao longo de 2019, através de um tour a diferentes centros culturais e de produção na Espanha. Esta edição conta com o apoio e suporte de Medialab Prado (Madrid) Hirikilabs – Centro Internacional Tabakalera de Cultura Contemporânea (Donostia – San Sebastian) e o La Nau Centre Cultural de la Universitat de València (Valencia).

Comunes

O Projeto Vizinhança está participando do evento Comunes – Encontro Internacional de Economias Alternativas e Cultura Livre em Buenos Aires, Argentina. O evento é promovido pelo Goethe-Institut, Minka, El plan C e Cultura Senda, em parceria com o Centro Cultural de la Cooperación Floreal Gorini e o Club Cultural Matienzo.

O evento nasceu para pensar o futuro do trabalho, da informação e do consumo, mas sobretudo  o futuro do compartilhamento.

Enviamos um poster criado em parceria com a designer Camila Andrade para ser exposto no local do evento!

poster_vizinhanca_CURVAS

Jornadas de Bairros e Práticas Artísticas – BCN

Não deu pra ir pessoalmente, mas nosso poster sobre o Projeto Vizinhança marcou presença em Barcelona nas jornadas Bairros e Práticas Artísticas, dias 29 e 30 de junho de 2018. As jornadas são parte do projeto NEXES e ESPACIO-E e são organizadas por IDENSITAT e EINA, Centro Universitário de Design e Arte da Universidad Autónoma de Barcelona, com apoio da Fábrica de Creació Fabra i Coats.

nexes_jornades_13

O bairro e a cultura são áreas antagônicas, análogas, combináveis, contrastantes, desatualizadas e ultrapassadas? Existe uma identidade de vizinhança? Como entendemos o relacionamento bairro-cultura? Existe uma cultura de vizinhança? A cultura tem alguma relação com a qualidade de vida? A cultura é um espaço precário? O bairro é um ambiente propício para lidar com a precariedade? A arte pode introduzir mudanças nas culturas da vizinhança?

As relações entre cultura e vizinhança são muitas vezes complexas e pouco claras: não é o mesmo falar de cultura nos bairros que falar de cultura do bairro. Existem bairros que concentram a maior parte das infraestruturas culturais e outras que são verdadeiros desertos. Há bairros que sem infraestrutura têm despertado um grande interesse por parte dos criadores, e eles abraçam um capital simbólico muito alto, apesar de estarem fora do mapa das atividades culturais. Existem operações de planejamento urbano que utilizaram a cultura para especular e negociar com a transformação dos lugares e renovar as formas de vida ali configuradas.
Idensitat apresenta NEXES – ESPAI_E, alguns dias em que queremos discutir, realçar e mostrar realidades na área de hibridização de bairros e práticas artísticas.

As jornadas são realizadas a partir de debates, apresentações de projetos, convocatórias de comunicações e oficinas para trocas.

Veja aqui o nosso poster:

projeto vizinhanca brasil

Programação da 11ª Edição do Projeto Vizinhança

Confere aí nossa programação da 11ª Edição do Projeto Vizinhança que acontece nos dias 3 e 4 de junho na Rua Maestro Mendanha, 71, bairro Santana, Porto Alegre.

>>> Dia 03/06 – Sábado <<<

10:00
– Café da manhã coletivo e colaborativo
– Ação de incentivo à leitura infantil com Andréia Ziegler e Leila Baumart (até 14h)
– Visite o Ponto – intervenção artística do grupo de pesquisa Objeto e Multimídia da UFRGS (até 14h)
– O IMPORTANTE É AQUILO QUE VEM DE DENTRO – Intervenção artística in situ com Thiago Trindade e Arthur Mayolo (sábado e domingo)
– Mostra de fotografias e vídeos de Raisa Torterola (sábado e domingo)

12:00
– Cinema para ver com os ouvidos: Exibição de curtas-metragens com audiodescrição – OVNI Acessibilidade Universal (até 17h)

12:30
– Almoço coletivo no improviso

14:00
– Desenhos Expressos com Giovani Urio
– Oficina de fotografia com celular usando o aplicativo Snapseed com Leandro Selister

14:30
– Exposição Rendas de Filé e demonstração do processo com Neide da Cunha Pinto
– Mostra de Cerâmica de Eda da Cunha Pinto

15:00
– Flash Mob com a Escola e Companhia de Flamenco Del Puerto

15:30
– Aulão aberto para todos e todas as idades com a Escola Del Puerto

16:00
– Oficina Como cuidar de uma mudinha de planta em casa com Cassio Martinez

16:15
– Apresentação das alunas e professoras da Escola Del Puerto

17:00
– Oficina de macramê com Jade Grawer da Nó por Nós

18:00
– Apresentação da Banda Dinoramas

>>> Dia 04/06 – Domingo <<<

10:00
– Café da manhã coletivo e colaborativo

10:30
– Atividade de pintura divertida de paredes para crianças

11:00
– Exposição e conversa sobre fotografia com Danielle Fortes

12:00
– Churrasco coletivo

14:00
– Desenhos Expressos com Giovani Urio
– Oficina de fotografia com celular usando o aplicativo Snapseed com Leandro Selister

15:00
– Contação de Histórias com Ney Caminha

15:30
– Oficina de fotografia conceitual com Marco Prass

16:00
– Roda com oficina do sentir e prática de yoga com Ana Paula Portela
– Performance de Raisa Torterola

17:00
– Oficina de pandorga com Miguel Cabral
– Roda de chimarrão no fim da tarde de domingo